Ex-prefeito é denunciado por suposta sonegação de quase R$ 1,5 milhão


O Ministério Público Federal recebeu uma denúncia da prefeitura do município de Amarante, de que o ex-prefeito da cidade, Luiz Neto, teria suprimido o R$ 1.486.159,91,  configurando crime contra a ordem tributária e de sonegação de contribuição previdenciária.
"Constatou-se que Luiz Neto Alves de Sousa, na qualidade de Prefeito do Município de Amarante-Piauí, à época dos fatos, determinou a prestação declarações falsas e com a omissão de informações à Secretaria da Receita Federal do Brasil, por meio de contratação de empresa, e com isso, suprimiu e reduziu tributos, configurando crime contra a ordem tributária e de sonegação de contribuição previdenciária", relata um trecho da denúncia.
A prática teria ocorrido de 2012 a 2016 e ainda segundo a denúncia, ficou constatado que os denunciados, na Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações a Previdência Social (GFIP), omitiram informações 'para autoridades fazendárias, inseriram informações diversas das que deveriam ter constado, e, ainda, fraudaram, a fiscalização tributária, inserindo elementos inexatos e omitindo operações, configurando, assim, os crimes contra a ordem tributária.
FONTE: 180graus.com
Ex-prefeito é denunciado por suposta sonegação de quase R$ 1,5 milhão Ex-prefeito é denunciado por suposta sonegação de quase R$ 1,5 milhão Reviewed by Fernado Carvalho on 30 novembro Rating: 5

Nenhum comentário